13 .


outrora do que eu pensaria que viria a ser, o meu objectivo de hoje era pegar em ti, agarra-te e aproveitar a primeira chuva de outono para dar um longo passeio. nada importava; não queria saber do frio, não queria saber do estado engripado que poderia vir a ficar, apenas queria dar-te a mão e olhar-te mesmo no fundo . aproveitar cada gota que nos tocasse e sentir-me feliz, mas afinal, só me limitei a admira-la e ao imenso vento pela minha janela. estava tão forte que os meus vidros abanavam e as gotas, ouviam-se de longe. após o longo dia que estive fechada no meu quarto, (pela primeira vez em tanto tempo), ao receber e ler a tua mensagem tudo mudou , senti-me viva porque dizias que virias a meu encontro. comecei a contar as horas e os minutos involuntariamente mesmo que te mandasse mensagens a dizer para não vires devido à preocupação do teu bem estar. admito que o meu coração gritava mais alto e desejava-te loucamente; mas quando vieste tudo desmoronou, a chuva parou e aproveitas-te para me vir visitar, o céu nublado foi a nossa paisagem e a porta de entrada da minha casa o nosso encontro. sei que o vento se infiltrava pelo robe a dentro. chegaste a sorrir e foste embora como se a vontade de estar comigo tivesse desaparecido de tal modo que nem um beijo decente me deste e ficaste pela desculpa de " tenho que ir apanhar o autocarro " enquanto faltava ainda meia hora para ele o chegar . a minha casa não fica longe por assim além da paragem . com o teu passo chegas lá em cinco minutos e eu em dez porque tenho passos pequenos . com esta atitude posso dizer que o estado do tempo foi meu cúmplice pois, assim de repente o vazio penetrou-se. vi-te a ires embora sem qualquer motivo aparente e esse teu beijo tão seco e tão forçado (...) deitou-me abaixo . hoje foi assim , só espero que o dia de amanhã seja melhor , como todos dizem .

2 comentários:

verapatricia disse...

podes sim, amor . nem precisas de perguntar .
de ti tenho saudades todos os dias . qando falo cntg, qando nao falo . qando penso q vou tar cntg, qando tenho a certeza q nao vou :'x
tenho saudades tuas sempre, (in)felizmente . <3'

verapatricia disse...

sabes bem q és das pouquissimas pessoas q me fazem bem . sempre fizeste . sempre soube q podia contar cntg, com a tua paciencia, com o tu ombro amigo . sei q me trazes pa realidade qando mais preciso . sei q me abraças, ainda que "virtualmente" . ja vao mais de 3 anos, e qro mais 4, mais 5 . qero mais e mais . de ti, de nós, deste amor q nasceu .
um dia vou dar'te um abraço tao, mas tao, forte que nunca mais te vais esqecer :$